Equipe de críquete volta ao Sri Lanka após atentado no Paquistão

Nova Délhi, 4 mar (EFE).- A seleção de críquete do Sri Lanka chegou hoje a Colombo após sofrer na última terça-feira um ataque terrorista na cidade paquistanesa de Lahore, que deixou feridos seis membros da delegação, informou hoje o diário cingalês The Daily Mirror, em sua edição digital.

EFE |

Os jogadores foram recebidos por suas famílias e membros da federação de críquete do país, com uma forte presença da imprensa local.

"Todo mundo está bem. A equipe está de bom humor e não aconteceu nada de ruim. Muitos dos jogadores tiveram boa sorte. Não sei como escapamos disso", declarou à imprensa em sua chegada o capitão da equipe, Mahela Jayawardene.

Segundo o jornal "The Daily Mirror", os feridos foram levados a um hospital para receber tratamento, e pelo menos um deles, Thilan Samaraweera, terá que passar por cirurgia.

Um porta-voz militar cingalês já havia descartado ontem que os feridos da equipe - cinco jogadores e um assistente do técnico - estivessem em "situação crítica".

"Estamos felizes de estar juntos. Se tivesse acontecido alguma coisa com algum de nós, seria muito ruim para todo o time. Devemos pensar no que passou. Talvez algum dia possamos esquecer e nos concentramos no críquete", comentou o capitão.

O ataque de Lahore, perpetrado na terça-feira de manhã, causou a morte de sete pessoas e pode ter sido obra de terroristas do mesmo grupo que atacou Mumbai em novembro de 2008. EFE daa/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG