Equipe da UE acompanhará eleições no Afeganistão

Cabul, 21 jul (EFE).- O líder da diplomacia europeia, Javier Solana, demonstrou hoje em Cabul o apoio da União Europeia (UE) às eleições presidenciais no Afeganistão, que serão realizadas no dia 20 de agosto.

EFE |

Solana reconheceu, em entrevista coletiva, que "os problemas de segurança" farão com que o processo eleitoral se desenvolva em um "ambiente difícil", mas manifestou a importância de respeitar o direito à liberdade de expressão do povo afegão.

Uma missão de observadores da UE supervisionará as eleições afegãs, embora os "únicos responsáveis pela transparência do processo sejam o povo e as autoridades do Afeganistão", lembrou Solana.

Destacou ainda que a equipe de observadores tem uma ampla experiência em processos eleitorais.

"É a melhor contribuição que a UE pode fazer" à realização das eleições presidenciais, disse Solana.

O alto comissário da UE chegou esta manhã à capital afegã, onde se reuniu com o presidente do país, Hamid Karzai, candidato à reeleição.

Após sua passagem pelo Afeganistão, Solana partirá hoje para a ilha de Phuket, na Tailândia, onde participará da reunião da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN, na sigla em inglês), que também contará com a presença da secretária de Estado americana, Hillary Clinton. EFE lo-sp/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG