Equador vai se declarar país alfabetizado em setembro

Quito, 12 ago (EFE).- O Equador vai se declarar um país alfabetizado no dia 8 de setembro, depois de os níveis de analfabetismo caírem para 3,8%, anunciou hoje o ministro da Educação local, Raúl Vallejo.

EFE |

"Devemos declarar nosso país uma pátria alfabetizada porque os índices de analfabetismo no Equador estavam em 3,8%. Tecnicamente, podemos dizer que estamos em uma pátria alfabetizada", declarou.

Segundo o ministro, a queda é uma consequência do trabalho realizado por estudantes do Ensino Médio em todo o país.

Em agosto de 2007, calculava-se que 9% da população equatoriana, cerca de 750 mil pessoas, eram analfabetas, enquanto 1,7 milhão não tinham terminado o ensino fundamental.

O projeto chamado de "Programa de educação básica para jovens e adultos" foi lançado pelo presidente Rafael Correa em agosto de 2007. Nele, cada estudante deveria alfabetizar dez pessoas para obter uma qualificação satisfatória em sua graduação. EFE.

asp/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG