Equador suspende alerta de tsunami nas Ilhas Galápagos

QUITO (Reuters) - O Equador suspendeu neste sábado um alerta de tsunami para as Ilhas Galápagos, emitido pela ameaça de uma onda gigante depois de um forte terremoto que atingiu o Chile, mas a população permanecia nas partes mais altas como medida preventiva. Na madrugada deste sábado, um tremor de magnitude 8,8 abalou o Chile, o que provocou um alerte de tsunami para o litoral chileno, Equador e Peru. Por isso, as autoridades equatorianos decidiram retirar a população das ilhas paradisíacas.

Reuters |

"O alerta emitido horas antes foi suspenso para as ilhas", disse a Presidência em comunicado.

Contudo, os habitantes de Galápagos, cerca de 20 mil pessoas junto a dezenas de turistas, foram levados desde cedo a às partes altas do arquipélago.

O presidente equatoriano, Rafael Correa, disse que seu governo continua monitorando o litoral do país para os eventuais efeitos do terremoto no Chile.

(Reportagem de Alexandra Valencia)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG