Equador registra mais 3 mortes pela gripe

Quito, 20 jul (EFE).- A confirmação de três novas mortes por causa da gripe suína aumenta para oito o número de vítimas fatais por causa do vírus A (H1N1) no Equador, onde já foram detectados 394 casos, informou hoje à Agência Efe uma fonte do Ministério da Saúde equatoriano.

EFE |

Os oito casos fatais vinculados ao vírus A (H1N1) ocorreram em cidades como Cuenca, Ambato, Riobamba, Loja e Quito, todas na zona andina.

A pessoa mais velha que morreu por causa da gripe suína tinha 74 anos e a mais nova, 21 anos, segundo informações do Ministério da Saúde.

O vírus afetou em maior medida a província de Guayas, cuja capital é Guayaquil, a cidade mais povoada do país e centro econômico desta nação andina.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE sm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG