Equador diz que vai repelir qualquer ataque na fronteira com a Colômbia

Quito, 12 nov (EFE).- O ministro da Defesa do Equador, Javier Ponce, disse nesta quarta-feira que o Exército equatoriano têm de repelir qualquer ataque que aconteça na linha fronteiriça com a Colômbia.

EFE |

"É preciso repelir qualquer ataque, não importa de onde venha", disse Ponce.

O presidente equatoriano, Rafael Correa, advertiu nesta quarta que seu país responderá a possíveis novas incursões de grupos ilegais colombianos na região fronteiriça.

"Responderemos com tudo, já basta de tudo isto (...) O Governo colombiano deve controlar seu território, estamos pagando muito caro por um conflito que não é nosso, e tomara que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) não se atrevam a disparar contra um só soldado equatoriano", disse Correa.

Os Governos de Quito e Bogotá, que romperam suas relações diplomáticas, travaram várias quedas-de-braço por causa de diferentes incidentes originados na fronteira, especialmente com grupos ilegais colombianos.

O Equador decidiu romper relações diplomáticas com a Colômbia no dia 3 de março, dois dias depois de o Exército colombiano invadir o território equatoriano em uma operação contra um acampamento que as Farc tinham instalado clandestinamente no país. EFE jc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG