Equador decreta estado de exceção por ameaça de gripe suína

Quito, 29 abr (EFE).- O presidente do Equador, Rafael Correa, decretou hoje o estado de exceção em todo o território nacional devido à rápida transmissão do vírus da gripe suína e ao possível desencadeamento de efeitos prejudiciais sobre a saúde humana, informou a Presidência.

EFE |

"Também foi decretada a mobilização nacional, econômica, militar, policial e especialmente de todo o sistema nacional de saúde, suas redes de saúde pública e privada, em todas suas áreas, unidades, serviços, laboratórios e do pessoal médico e paramédico", acrescenta o comunicado. EFE ic/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG