Equador: Constituinte aprova texto que autoriza presidente a dissolver Congresso

A Assembléia Constituinte do Equador, controlada pelo partido governista, informou neste sábado que aprovou um texto que autoriza o presidente da República a dissolver o Congresso, assim como tentar a reeleição uma vez e também revogar seu mandato.

AFP |

O órgão (com 130 cadeiras) indicou que, com o voto da maioria governista e dos aliados, aprovou 19 artigos sobre a função Executiva, entre eles o que permite ao presidente ser reeleito imediatamente para mais um mandato (quatro anos).

Se a Nova Carta Magna for aprovada no referendo previsto para setembro próximo, o presidente socialista Rafael Correa -no poder desde 15 de janeiro de 2007 para quatro anos, terá luz verde para tentar sua reeleição.

Correa promove um novo texto constitucional, a ser apresentado até 26 de julho, que também regulamenta a economia e deve acabar com uma década de crise política na qual três presidente foram derrubados.

SP/cd/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG