Equador confirma 58 casos da gripe

Quito, 6 jun (EFE).- O Ministério da Saúde Pública do Equador informou hoje que os casos de gripe suína no país subiram para 58 desde abril, mas confirmou que 39 desses pacientes já se curaram e receberam alta médica.

EFE |

Em comunicado, o ministério afirmou que, nas últimas horas, foram conformados sete novos casos da gripe suína, quatro deles na cidade portuária de Guayaquil, onde se concentra o maior número de infectados.

A maioria de casos confirmados no Equador é de pacientes que contraíram a doença no exterior, afirma o relatório do ministério.

A nota lembra que o último relatório da Organização Pan-americana da Saúde (OPS) adverte sobre 24,665 mil casos de pessoas contagiadas com o vírus A (H1N1), em 69 países do mundo.

No comunicado, o ministério insistiu em que, dos casos confirmados no país, 70% dos pacientes receberam alta médica, por considerar que estão saudáveis e que se integraram a suas atividades normais.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE fa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG