Epidemia que afeta crianças se espalha na China: 28 mortos

Uma epidemia do vírus EV71, que provoca a febre aftosa e que afeta as crianças pequenas, fez novas vítimas na China, elevando a 28 o número de mortos, em um balanço de quase 16.000 infectados.

AFP |

As províncias de Hunan (centro) e Guangxi (sudoeste) anunciaram suas primeiras vítimas, segundo a agência oficial Xinhua.

Em Hunan uma menina de dois anos morreu na terça-feira e em Guangxi um menino de três anos faleceu no sábado.

O balanço até terça-feira era de 26 mortos, a maioria na província de Anhui (leste), onde 22 crianças faleceram em uma única cidade, Fuyang.

O vírus EV71 é muito contagioso e se propaga pela secreção de muco, saliva ou fezes de uma pessoa infectada. Os pequenos, com um sistema imunológico menos resistente que os adultos, são os mais vulneráveis.

A doença se manifesta no primeiro momento com febre, bolhas, úlceras bucais e brotoejas e pode até afetar o cérebro, o coração e os pulmões.

As autoridades do setor de saúde advertiram que mesmo que os adultos não apresentem os sintomas da enfermidade, podem ser portadores do vírus e infectar outras pessoas.

A epidemia levou o ministério da Saúde chinês a declarar um alerta nacional durante o fim de semana e a criar uma comissão especial, liderada pelo ministro Chen Zhu, para coordenar as ações com as autoridades locais.

Leia mais sobre epidemia

    Leia tudo sobre: china

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG