Epidemia de cólera mata pelo menos 120 pessoas na Guiné Bissau

A epidemia de cólera que está arrasando desde maio a Guiné Bissau atingiu proporções alarmantes e está se propagando a uma velocidade assustadora, segundo um relatório do programa nacional de luta contra a doença, ao qual teve acesso a AFP.

AFP |

O último balanço da epidemia é de 120 mortos, de acordo com El Hadji Lamine Indjai, responsável pela comunicação deste programa.

No dia 1 de setembro, "mais de 110 mortes" haviam sido registradas, segundo o Escritório dos assuntos humanitários da ONU (OCHA) para a África Ocidental.

De acordo com relatório do programa guineano de combate à epidemia, a propagação é favorecida pelas fortes chuvas e pela proximidade entre os doentes e suas famílias.

"A situação é muito complicada, pois fortes chuvas continuam caindo sobre o país", declarou Indjai, destacando que o balanço oficial anunciado é "muito inferior" à realidade no terreno.

Segundo o OCHA, mais de um milhão de dólares foram mobilizados para conter a propagação da epidemia no país africano.

str/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG