Epidemia de cólera do Zimbábue está sob controle, diz Mugabe

Harare, 11 dez (EFE).- O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, declarou hoje que os médicos conseguiram controlar a epidemia de cólera que castiga seu país e que deixou quase 800 vítimas, segundo o novo relatório da ONU.

EFE |

Mugabe, que afirmou ter recebido relatórios de médicos que afirmam que não há novos casos da doença, disse à imprensa que está "feliz, porque estão nos ajudando e conseguimos deter o cólera".

O presidente zimbabuano aproveitou seu discurso para criticar o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, e contra o presidente dos Estados Unidos, sobre os quais disse que formavam "a pior associação de líderes da história".

Há menos de uma semana, Brown pediu aos países do mundo que se juntem para dizer "basta" ao presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, pois a crise nessa nação africana, que piorou nas últimas semanas pela epidemia do cólera, "é internacional, porque as doenças cruzam fronteiras".

Segundo Mugabe, seu país precisa de "médicos, e não de soldados", e depois reiterou suas denúncias sobre os Estados Unidos e o Reino Unido, países aos quais acusa de querer invadir Zimbábue com a desculpa de controlar a epidemia de cólera. EFE tm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG