Richard Holbrooke passou por cirurgia na aorta; diplomata americano ficou conhecido por acordo que deu fim à guerra da Bósnia

O enviado especial dos Estados Unidos para Afeganistão e Paquistão, Richard Holbrooke, encontra-se em estado crítico, depois de passar por uma cirurgia na aorta.

Holbrooke, no Ministério das Relações Exteriores italiano, em foto de outubro de 2010
AP
Holbrooke, no Ministério das Relações Exteriores italiano, em foto de outubro de 2010
De acordo com o porta-voz do Departamento de Estado americano, a cirurgia no Hospital da Universidade George Washington foi realizada na manhã deste sábado. "Nesta manhã os médicos realizaram uma cirurgia para reparar danos em sua aorta. Encontra-se em estado crítico e está junto com sua família" no hospital da Universidade George Washington, na capital americana, informou o porta-voz do departamento de Estado, Philip Crowley, em comunicado.

Holbrooke, 69 anos, está acompanhado por parentes no hospital.

O diplomata veterano, que foi nomeado para o cargo pelo presidente americano, Barack Obama, no início de seu governo, é conhecido por levar adiante um acordo que deu fim à guerra na Bósnia, em 1995.

*Com AP e AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.