Enviado especial da ONU insiste em cessar-fogo na Faixa de Gaza

O enviado especial da ONU ao Oriente Médio, Robert Serry, falou novamente nesta sexta-feira em Jerusalém em favor de um cessar-fogo efetivo na Faixa de Gaza entre Israel e o movimento islâmico palestino Hamas.

AFP |

"Devemos primeiro conseguir um cessar-fogo. É a condição sine qua non para que as coisas avancem", declarou Serry em entrevista à imprensa.

"O cessar-fogo deve ser total e totalmente respeitado pelas partes", disse, acrescentando que Israel e o Hamas devem tirar lições desta trégua frágil de seis meses que foi rompida em 19 de dezembro.

"Devemos acertar a questão dos ataques de foguetes (palestinos contra Israel), o contrabando de armas deve parar. Isto requer acertos adequados para que os pontos de passagem para Gaza sejam abertos de forma ininterrupta", disse Serry.

"Isto implicará em colocar Gaza sob a égide da Autoridade palestina graças a acordos no território e esforços renovados para reunificar Gaza e a Cisjordânia", continuou, fazendo alusão à tomada do poder em Gaza pelo Hamas em junho de 2007 que cassou as forças do presidente Mahmud Abbas.

Sobre um eventual envio de uma força de manutenção de paz, ele respondeu: "Devemos vislumbrar diversas possibilidades, entre elas uma presença internacional".

pfm-sst/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG