Enviado dos EUA reitera apoio a criação de Estado palestino

Ramala, 10 jun (EFE).- O enviado dos Estados Unidos para o Oriente Médio, George Mitchell, ressaltou hoje em Ramala, na Cisjordânia, que seu país não dará as costas à aspiração palestina a um Estado próprio e à dignidade.

EFE |

"Estamos autenticamente comprometidos com uma paz global" no Oriente Médio, disse Mitchell perante a imprensa depois de se reunir com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, no terceiro dia de sua viagem pela região.

O enviado americano reiterou que a solução de dois Estados, que é rejeitada pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, é "a única viável" para cumprir as "aspirações" tanto de israelenses como de palestinos.

Após a reunião, que durou duas horas, um dos principais assessores de Abbas, Saeb Erekat, definiu a "ênfase" do Governo Obama "na necessidade de que ambas as partes apliquem suas respectivas obrigações" no plano de paz como "uma grande prova da justiça e equanimidade do enfoque americano à paz no Oriente Médio".

"O Governo Obama deixou clara sua intenção de dar novo vigor às conversas de paz no Oriente Médio, assim como suas expectativas de que ambas as partes apliquem suas obrigações dentro do Mapa de Caminho", indicou Erekat em comunicado.

O encontro de hoje faz parte da viagem de Mitchell pelo Oriente Médio que terminará esta semana em Damasco e Beirute.

Mitchell conversará hoje também com o primeiro-ministro da ANP, Salam Fayyad, após ressaltar ontem, perante os principais dirigentes políticos israelenses, os laços "inquebrantáveis" entre EUA e Israel.

Os EUA pressionam Israel para que aceite a criação de um Estado palestino como fórmula para levar a paz ao Oriente Médio. EFE nm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG