Enviado dos EUA pede cooperação e amizade ao Sudão

CARTUM (Reuters) - O novo enviado especial dos EUA disse ao Sudão na quinta-feira que espera pela amizade e a cooperação de Cartum, indicando uma mudança no tom usado por Washington sob o governo do presidente Barack Obama. Eu venho aqui com as mãos abertas. E dependerá do governo sudanês determinar como ele quer continuar com o relacionamento. Esperamos que seja com as mãos da amizade e cooperação, disse o enviado Scott Gration a jornalistas em Cartum.

Reuters |

"Como todos os colegas americanos, eu amo o Sudão' , disse ele, falando em parte em árabe em sua primeira visita como enviado especial ao país, que enfrenta duras críticas de potências ocidentais por causa da crise humanitária em Darfur.

(Reportagem de Andrew Heavens)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG