Enviado dos EUA diz que desdobramento de tropas de paz em Darfur é lento

Cartum, 11 ago (EFE).- O enviado especial dos Estados Unidos ao Sudão, Richard Williamson, mostrou hoje sua preocupação com o lento desdobramento das forças de paz da ONU e da União Africana na província sudanesa de Darfur.

EFE |

Williamson, que visita Al-Fasher, capital da região Darfur do Norte, pediu a esta organização que acelere a marcha de seus soldados para poder oferecer uma maior proteção aos cidadãos, segundo um comunicado da missão conjunta da ONU e da União Africana.

O americano se reuniu durante sua visita com o vice-presidente do país, Mona Arkau Minawi, dirigente de uma facção do Movimento de libertação do Sudão (MLS), que assinou a paz com o Governo sudanês em Abuja, em maio de 2006.

Durante o encontro, Williamson disse estar decepcionado com a lenta aplicação do acordo de paz de Abuja por parte das autoridades sudanesas.

Está programado que Williamson vá amanhã a Cartum para se reunir com o presidente do país, Omar Hassan Ahmad al-Bashir, com quem discutirá a crise de Darfur e a aceleração do desdobramento das forças de paz da ONU e da União Africana.

O conflito de Darfur explodiu em janeiro de 2003 quando dois grupos rebeldes, um deles o MLS, se levantaram contra o regime de Cartum em protesto pela deteriorada situação da província.

Segundo a ONU, desde então mais de 200 mil pessoas morreram e outras e 2,5 milhões se viram obrigadas a abandonar seus lares. EFE az/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG