Enviado de Obama ao O.Médio agradece esforços da Turquia

Istambul, 26 fev (EFE).- O enviado especial para o Oriente Médio da Administração americana dirigida por Barack Obama, George Mitchell, agradeceu hoje os esforços pacificadores da Turquia na região.

EFE |

"A Turquia é um grande aliado dos Estados Unidos e, como país democrático, uma importante força a favor da paz no Oriente Médio.

(O presidente Barack) Obama está muito agradecido pelos esforços da Turquia", disse Mitchell, em entrevista coletiva, em Ancara, depois de se reunir com o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan.

A reunião, que durou uma hora, também contou com a presença do ministro de Assuntos Exteriores da Turquia, Ali Babacan, e do assessor de política externa de Erdogan, Ahmet Davutoglu, que coordenou a mediação turca entre as partes em conflito durante os ataques de Israel à Faixa de Gaza.

Este encontro, o primeiro de uma série de reuniões com os líderes de vários países, na segunda viagem diplomática de Mitchell pelo Oriente Médio desde a nomeação, coincide com as negociações promovidas pelo Egito entre os grupos palestinos Fatah e Hamas no Cairo, com o objetivo de formar um Governo de união nacional.

Sobre este assunto, Erdogan disse aos jornalistas que Mitchell comentou que, "se o Hamas for excluído, não se encontrará nenhuma solução" para o problema israelense-palestino.

O apoio a um futuro Governo de unidade palestino foi um dos pedidos feitos ontem a Mitchell pelo presidente turco, Abdullah Gül, segundo informou hoje o jornal "Sabah".

Segundo este jornal, Gül explicou a Mitchell seu encontro com a cúpula do Hamas em 2006, após sua vitória eleitoral, e afirmou que a posição da Turquia é tentar convencer o movimento islâmico radical palestino a "não ser obstáculo para as negociações de paz".

Em sua reunião de hoje, Mitchell deixou claro que seu país apoia uma solução pacífica "de dois Estados" (israelense e palestino) e que continuará seu trabalho "junto à Turquia pelo desenvolvimento dos países da região". EFE amu/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG