O emissário americano Richard Holbrooke se reuniu nesta segunda-feira com dirigentes indianos em Nova Délhi, para discutir principalmente a ameaça islamita originária do Paquistão.

"A Índia, os EUA e o Paquistão sofrem uma ameaça comum", afirmou Holbrooke à imprensa.

"Pela primeira vez em 60 anos de independência, a Índia, o Paquistão e os Estados Unidos enfrentam um inimigo que representa uma ameaça direta para nossos dirigentes, nossas capitais e nosso povo", afirmou.

Holbrooke, recentemente nomeado pelo presidente americano Barack Obama como enviado especial para Paquistão e Afeganistão, chegou a Nova Délhi domingo para um giro na região. Até agora, ele já visitou Islamabad e Cabul.

As declarações de Holbrooke coincidiram com o anúncio nesta segunda-feira de que o governo paquistanês e líderes islamitas assinaram um acordo para reforçar a sharia (leui islâmica) no Vale do Swat, onde o exército do Paquistão luta contra os fundamentalistas.

er/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.