Quito, 20 out (EFE).- A nova Constituição do Equador, aprovada no referendo de 28 de setembro, entrou hoje em vigor ao ser publicada no Registro Oficial, que é o livro de leis do Estado, abolindo a antiga Carta Magna de 1998.

EFE fa/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.