Enterrados corpos achados em acampamento de Farc no Equador

Quito, 21 mai (EFE) - Os 19 corpos achados em um acampamento clandestino das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) no Equador após uma operação efetuada por forças militares colombianas em 1º de março foram enterrados hoje em Quito, informaram fontes legistas. O gerente da Funerária Nacional de Quito, Mauricio Maldonado, indicou à Agência Efe que os 19 caixões vão estar em túmulos duplos em um setor do Cemitério de San Diego, no centro histórico da capital. O enterro dos corpos, que foi precedido por uma missa, contou com a presença de autoridades militares, da Polícia, jornalistas e pessoal da funerária. Os corpos permanecerão enterrados nesse lugar por quatro anos, salvo que antes desse prazo alguma autoridade ordene a exumação ou uma futura cremação, segundo Maldonado. O enterro dos corpos foi ordenado pela Promotoria do estado, ao não receber resposta da Colômbia nem reivindicação alguma por parte de parentes para sua repatriação. Dos 19 corpos, quatro eram de mulheres e os outros 15 pertenciam a homens. Só um deles foi identificado, José Miguel Caicedo, do departamento colombiano de Nariño, de 26 anos, mas da mesma forma que os outros, seu corpo não foi reclamado pelas autoridades colombianas ou por parentes.

EFE |

EFE fa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG