Enterrado na Síria o dirigente do Hamas assassinado em Dubai

Damasco, 29 jan (EFE).- O dirigente do movimento palestino Hamas Mahmoud al-Mabhuh, assassinado em 20 de janeiro, em Dubai, foi enterrado hoje em um campo de refugiados da Síria, O corpo de Mabhuh, que chegou ontem à noite a Damasco procedente de Dubai, foi enterrado no cemitério do campo de refugiados de Yarmouk, ao oeste de Damasco, em um ato com a presença de centenas de simpatizantes palestinos.

EFE |

Entre os presentes, estava o líder político do Hamas, Khaled Meshaal, assim como o "número dois" do grupo político, Moussa Abu Marzuk, e outros dirigentes do movimento palestino.

O Hamas culpa Israel de estar por trás deste crime e, no enterro de hoje, Meshaal advertiu a Israel que o Hamas se vingará "no momento adequado".

"Hoje é um dia de dor, amanhã, será o dia da vingança", acrescentou Meshaal.

Segundo a família, Mabhuh pode ter morrido eletrocutado ou estrangulado, já que os exames indicaram que tinha recebido uma descarga elétrica de grande potência e em seu corpo foram encontradas marcas de um possível estrangulamento. EFE nq-gb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG