Enrique Iglesias espera que diálogo permita saída para a crise de Honduras

Santander (Espanha), 3 jul (EFE).- O secretário-geral Ibero-americano, Enrique Iglesias, confia em uma saída mais ou menos rápida para a crise em Honduras, onde vê que há um clima de diálogo em andamento que vai dar os resultados esperados, disse Iglesias, que participou hoje de um seminário sobre a economia na América Latina, na Universidade da Cantábria (norte da Espanha).

EFE |

O secretário-geral ibero-americano lembrou que a Organização dos Estados Americanos (OEA) está "negociando ativamente" para encontrar essa saída.

"Tem um grande secretário-geral (a OEA) e acho que está se movimentando para chegar a um acordo com as autoridades que estão em Honduras e o presidente Zelaya, que está fora", disse Iglesias.

O secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza, viajará hoje para Honduras para falar com o novo Governo, cujo chefe, Roberto Micheletti, afirmou que não tem "objeção" em antecipar as eleições previstas para novembro.

De acordo com Iglesias, o ocorrido em Honduras é uma circunstância "infeliz", que é preciso "lamentar", porque a é preciso respeitar a democracia e ela deve ter suas instituições.

O secretário-geral Ibero-americano concluiu que uma crise como a de Honduras "não faz bem" nem ao país centro-americano nem ao resto da América Latina. EFE lcj/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG