Engenheiros fazem rapel no monumento de Washington para restauração

Emblemático obelisco passará por inspeções depois de ter sido atingido por um terremoto de 5,8 graus na escala Richter em agosto

EFE |

Um grupo de engenheiros fazem rapel descendo o monumento de Washington, o emblemático obelisco da capital americana, para examinar os danos causados pelo terremoto que atingiu a cidade no último dia 23 de agosto, informou nessa terça-feira o Serviço Nacional de Parques.

Reuters
Engenheiros inspecionam estrutura do monumento em Washington

Após uma completa inspeção do lado externo, que terá duração de cinco dias, o Serviço de Parques Nacionais deve cobrir todas as fendas existentes no monumento para evitar uma possível infiltração e protegê-lo das chuvas.

Um dos mais visitados pelos turistas na capital americana, o monumento permanece fechado desde o dia do terremoto e assim continuará "por tempo indeterminado" por razões de segurança, já que o abalo de 5,8 graus na escala Richter deixou inúmeras rachaduras em seus muros.

O obelisco, de 170 m de altura, nunca havia sido danificado por um desastre natural. Inclusive, o monumento ficou ileso após a passagem de outro terremoto em 1897, que teve proporções muito maiores do que esse último.

Situado na parte superior do monumento e o ponto mais alto da cidade, o observatório é uma das atrações turísticas mais visitadas da capital.

    Leia tudo sobre: washingtoneuaterremotomonumentorapel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG