Engenheiro dos EUA é acusado de dar segredos nucleares a Israel

WASHINGTON (Reuters) - Autoridades dos Estados Unidos prenderam nesta terça-feira um engenheiro norte-americano acusado de entregar segredos militares a Israel nos anos 1980, envolvendo armas nucleares, jatos de combate e mísseis de defesa aérea, informou o Departamento de Justiça. Ben-Ami Kadish, nascido em Connecticut e que trabalhou em um centro de engenharia do Exército em Nova Jersey, é suspeito de ter se reportado ao mesmo agente do governo israelense ao qual se reportou Jonathan Jay Pollard, que cumpre prisão perpétua por espionagem a Israel.

Reuters |

Documentos da Justiça dizem que a espionagem de Kadish durou aproximadamente entre 1979 e 1985, e seu contato com um agente israelense não identificado continuou até março deste ano.

Kadish foi preso em Nova Jersey e será processado na tarde desta terça-feira no Tribunal Distrital dos Estados Unidos em Manhattan, segundo autoridades.

Não houve comentário imediato do governo israelense, mas uma autoridade da Defesa de Israel disse que: 'acho difícil acreditar que depois do caso Pollard, nós recrutaríamos um espião americano'.

Pollard confessou-se culpado em 1986.

Uma autoridade do Departamento de Justiça disse que Kadish não parecia receber dinheiro em troca de sua suposta espionagem.

(Por Randall Mikkelsen)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG