Islamabad, 18 out (EFE).- Um dos dois engenheiros chineses seqüestrados por talibãs no noroeste do Paquistão há quase dois meses conseguiu escapar do cativeiro e entrou em contato com sua Embaixada, informou hoje à Agência Efe uma fonte do Ministério do Interior.

"As forças de segurança o encontraram ontem na região do vale do Swat (norte)", precisou a fonte.

O segundo refém também tentou escapar de seus seqüestradores, mas ficou ferido durante a fuga e os insurgentes voltaram a capturá-lo.

Segundo a fonte, o Governo e o Exército paquistaneses "estão fazendo o possível para conseguir sua libertação".

Os dois engenheiros de telecomunicações chineses que trabalham para a empresa Zhongxing Telecommunication Equipment Company (ZTE) tinham sido seqüestrados no dia 29 de agosto na Província da Fronteira do Noroeste (NWFP), que faz fronteira com o Afeganistão.

EFE igb/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.