Enfrentamentos deixam pelo menos 13 feridos na Caxemira indiana

Nova Délhi, 2 ago (EFE).- Enfrentamentos entre manifestantes hindus e a Polícia indiana deixaram pelo menos 13 feridos durante protestos nos distritos de Samba e Jammu, na Caxemira indiana, informou hoje uma fonte oficial.

EFE |

Segundo a fonte, citada pela agência "PTI", as tropas se desdobraram em diferentes pontos de Jammu e Samba onde continua o toque de recolher, imposto pelo segundo dia consecutivo.

Os manifestantes tomaram as ruas durante a noite para protestar contra a decisão do Governo regional de revogar a atribuição de terrenos florestais a um organismo que promove a peregrinação hindu de Amarnath na Caxemira.

As Forças de Segurança tomaram posições nas zonas mais conflituosas, para evitar mais distúrbios.

Ontem, duas pessoas morreram e várias ficaram feridas em choques com as Forças de Segurança.

O conflito começou há mais de um mês quando a maioria muçulmana da zona protagonizou várias manifestações em protesto pela transferência de 40 hectares de terreno florestal ao organismo encarregado da peregrinação ao santuário hindu de Amarnath.

O Governo regional cedeu então à pressão, desistiu de sua intenção de transferir as terras e solicitou ao Governo central indiano que se ocupasse da gestão da peregrinação de Amarnath, que a cada ano conta com a participação de milhares de hindus.

Essa última decisão das autoridades provocou o descontentamento da população hindu, que desde então protesta para fazer ouvir suas idéias.

O controle da Caxemira foi transpassado ao Governo central depois que o primeiro-ministro regional, Ghulam Nabi Azad, apresentasse sua renúncia. EFE mb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG