Enfrentamentos deixam 3 mortos no leste do Iraque

Bagdá, 8 set (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram hoje em vários ataques na província de Diyala, no leste do Iraque, segundo fontes do Ministério do Interior, que também informaram sobre o seqüestro do chefe de um Conselho de Salvação.

EFE |

Segundo as fontes, soldados de uma patrulha militar americana dispararam em pleno centro de Baquba, capital de Diyala, contra um veículo civil em que viajava um médico iraquiano, identificado como Abdel Salam al-Shomari.

Aparentemente, os militares atiraram porque a vítima não atendeu à ordem dos soldados para que parasse.

Por enquanto, o comando militar dos EUA no Iraque não confirmou nem desmentiu o fato.

Por outro lado, um oficial e um soldado iraquiano morreram devido à explosão de uma bomba na passagem da patrulha também em Diyala durante uma vigilância.

Outros quatro soldados ficaram feridos na explosão, que causou a destruição de um dos veículos do comboio militar.

As fontes também informaram sobre o seqüestro de um dos líderes de um Conselho de Salvação - milícias tribais sunitas que colaboram com o Exército iraquiano e americano na luta contra a insurgência - em Diyala.

O chefe tribal, identificado como Raad al-Jabouri, foi seqüestrado depois que um grupo de homens encapuzados invadiu sua casa.

Pouco depois do seqüestro, uma bomba colocada pelos seqüestradores para impedir a chegada dos soldados explodiu sem causar vítimas na passagem de uma patrulha do Exército iraquiano que se dirigia ao lugar do incidente.

Segundo as fontes, militantes da organização terrorista Al Qaeda no Iraque poderiam ser os autores do seqüestro. EFE am/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG