Encontrados objetos pessoais de prisioneiros de Auschwitz

Varsóvia, 2 jun (EFE).- Centenas de objetos pessoais pertencentes a prisioneiros do campo de concentração nazista de Auschwitz (sul da Polônia) foram encontrados durante os trabalhos de manutenção de um dos antigos crematórios, informa hoje a direção do museu deste campo.

EFE |

Entre os objetos há joias, lembranças familiares, brinquedos e cosméticos, os últimos pertences de algumas das vítimas do nazismo mortas em Auschwitz.

Parte desta descoberta, que acontece mais de 60 anos depois da libertação do campo de concentração, pertencia a judeus húngaros, deportados à Polônia pelas autoridades nazistas, já que muitos objetos têm inscrições nesse idioma.

Calcula-se que mais de 400 mil judeus foram enviados da Hungria a Auschwitz, onde quase todos perderam a vida.

O museu do campo de concentração indicou que os objetos encontrados serão exibidos em breve no local, visitado todos os anos por centenas de milhares de turistas de todo o mundo.

Mais de um milhão de pessoas perderam a vida em Auschwitz, entre judeus, ciganos, homossexuais e membros da resistência europeia contra o Exército alemão. EFE nt/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG