Praga, 12 ago (EFE).- As autoridades da Eslováquia informaram hoje que encontraram 18 corpos em uma mina de Handlova (centro), onde na segunda-feira uma explosão gerou um incêndio a 330 metros de profundidade.

Segundo as autoridades, não há chances de encontrar com vida os dois mineiros que ainda estão presos na mina, que é explorada pela empresa privada Hornonitrianske bane Prievidza.

O Governo do premiê Robert Fico, que não reconheceu nenhuma responsabilidade política no fato, acordou uma indenização de 33 mil euros para cada família.

As condições de segurança em Handlova já haviam sido, no entanto, criticadas por alguns empregados. EFE gm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.