Encontradas vítimas de acidente com helicóptero na Costa Rica

San José, 3 mai (EFE).- Funcionários da Cruz Vermelha costarriquenha confirmaram hoje a morte dos dois ocupantes de um helicóptero que caiu na sexta-feira passada em uma área montanhosa do sudeste do país, perto de um monte conhecido justamente como Colina da Morte.

EFE |

Embora a Cruz Vermelha não tenha identifico as vítimas, a imprensa local já havia informado que os tripulantes do helicóptero eram o piloto costarriquenho Edgar Arguedas e o fotógrafo Germán Trejos, aparentemente de nacionalidade mexicana.

Ainda não se sabe se o acidente foi causado por uma falha mecânica do helicóptero ou pelas más condições meteorológicas na região.

O helicóptero havia saído de um aeroporto em San José e seria usado para que Trejos fotografasse uma parte do litoral do Pacífico costarriquenho, além da área zona montanhosa onde ocorreu o acidente.

Instruído no Chile, Arguedas tinha mais de 15 anos de experiência e trabalhou por 12 anos na seção aérea do Ministério de Segurança.

Sobre Trejos não há maiores dados, embora as primeiras informações deem conta de que ele trabalhava para uma empresa imobiliária, para a qual iria fotografar terrenos que ela havia comprado recentemente. EFE dmm/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG