Encontradas duas alemãs e uma sul-coreana mortas sequestradas no Iêmen

(atualiza com nacionalidade reféns e achado de dois sequestrados vivos). Sana, 15 jun (EFE).- A Polícia encontrou duas alemãs, uma sul-coreana e outros seis estrangeiros mortos e outras duas meninas vivas, depois de terem sido sequestrados no noroeste do Iêmen, na sexta-feira passada.

EFE |

Um responsável do Governo local, que pediu que sua identidade não fosse divulgada, disse à Agência Efe que os corpos são de duas alemãs e um sul-coreana, e não de três alemãs, como as fontes policiais tinham informado anteriormente.

Segundo informações, os corpos, que apresentam marcas de bala, foram achados numa região do leste da província de Saada, no noroeste do Iêmen.

Fontes do Governo disseram à Agência Efe que existem indícios de que os sequestradores estejam ligados à Al Qaeda.

Por enquanto não se sabe o paradeiro do resto dos sequestrados: um cidadão britânico e três alemães, entre eles um menor, que foram capturados enquanto viajavam pela província.

A agência atribuiu o sequestro ao grupo xiita Yamaa al Huti.

Porém, pouco tempo depois, a organização negou seu envolvimento no caso.

De acordo com fontes do Governo, o local em que os corpos foram achados fica ao lado de uma região saudita conhecida por ser um reduto da Al Qaeda.

Em julho de 2007, sete turistas espanhóis e dois cidadãos iemenitas morreram em um atentado suicida na província de Marib, a leste de Sana. EFE ja-cai/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG