Encontrada vala comum com 20 corpos da era do governo afegão pró-soviético

Os corpos de 20 pessoas aparentemente executadas no fim dos anos 1970 sob o governo afegão pró-soviético foram descobertos nesta terça-feira em uma vala comum encontrada por acaso por operários no norte do Afeganistão.

AFP |

Os operários estavam cavando no terreno de um futuro prédio no distrito de Ali Abad, província de Kunduz, quando deram com a vala, informou o governador do distrito, Habibulá Muhtashim.

"Foram executados com baioneta e enterrados. Os restos de suas roupas, fabricadas na União Soviética, têm os buracos característicos deixados por baionetas", acrescentou.

Em 1979, aproximadamente um ano depois do golpe de Estado que instaurou a segunda república de inspiração comunista no Afeganistão, um grupo de 35 pessoas desapareceu no distrito de Ali Abad e jamais de voltou a falar deles, acrescentou o governador, que acredita que os corpos achados podem fazer parte desse grupo.

A sublevação de uma parte da população em 1979 levou o governo a recorrer à União Soviética e Moscou despachou milhares de soldados para apoiar Cabul.

Esta intervenção desatou na insurreição dos mudjahedines que duraria 10 anos, obrigando o Exército Vermelho a se retirar em 1989.

Foi iniciada uma investigação para determinar quem são as pessoas cujos restos foram descobertos nesta terça.

shk/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG