Encontrada nova fossa comum com vítimas do massacre de Srebrenica

Uma nova fossa comum onde havia dezenas de vítimas do massacre de muçulmanos de Srebrenica, cometido em julho de 1995 por forças servo-bósnias, foi encontrada no leste da Bósnia, indicaram nesta quinta-feira fontes oficiais.

AFP |

Trata-se da décima-primeira fossa comum encontrada em Kamenica, um povoado 50 km ao norte de Srebrenica, indicou à AFP um membro da Comissão Bósnia de Pessoas Desaparecidas, Murat Hurtic.

É uma fossa "secundária", quer dizer que as vítimas que contêm foram exumadas de outra fossa, segundo os especialistas, com o objetivo de dissimular a extensão dos crimes cometidos.

"Exumamos o esqueleto de uma pessoa e 38 ossos", afirmou.

"Estamos absolutamente seguros de que esses restos pertencem a vítimas de Srebrenica", onde cerca de 8.000 muçulmanos, entre homens e jovens, foram assassinados pouco antes do final da guerra na Bósnia (1992-95), indicou Hurtic.

Mais de 2.000 corpos foram exumados de outras dez fossas em Kamenica, lembrou essa fonte antes de assegurar que análises da terra mostraram que na área há pelo menos outras duas fossas comuns.

Até agora, foram identificados os restos de mais de 5.600 vítimas do massacre de Srebrenica, classificado como "genocídio" pela justiça internacional.

Um dos supostos responsáveis pela matança, o ex-chefe político dos servo-bósnios, Radovan Karadzic, foi preso em julho em Belgrado depois de fugir durante 13 anos da justiça. O ex-chefe militar das tropas servo-bósnias, Ratko Mladic, permanece foragido.

Ambos são acusados de genocídio pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) para a ex-Iugoslávia.

anh/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG