Enchentes deixam mais de 2 milhões de refugiados na Nigéria

Enchentes foram causadas pela abertura da comporta de duas represas que ameaçavam arrebentar. Estado solicita ajuda do governo

EFE |

Dois milhões de pessoas tiveram que ser deslocadas nas últimas semanas devido a graves inundações em um estado do norte da Nigéria, provocadas pela abertura de represas após fortes chuvas, anunciaram as autoridades.

Mais de cinco mil povoados foram afetados e a metade da população do estado de Jigawa, na fronteira com o Níger, que tem 4,3 milhões de habitantes, foi deslocada, informou por telefone Umar Kyari, alto funcionário da região, acrescentando que não tinha informações sobre eventuais vítimas.

No entanto, fontes oficiais haviam indicado dias atrás que pelo menos três pessoas morreram vítimas das inundações nos sete estados do norte da Nigéria.

Segundo meios de informação locais, as inundações deixaram dezenas de mortos, mas estes números não foram confirmados por fontes oficiais.

Kyari, contatado por telefone em Dutse, capital do estado de Jigawa, disse que ali as inundações foram provocadas pela abertura das comportas de duas represas nos rios Challawa e Tiga, no estado vizinho de Kano, decisão tomada para evitar que as represas transbordem, após dois meses de fortes chuvas.

 *com informações da AFP

    Leia tudo sobre: enchentesnigériachuvasrepresas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG