Enchentes deixam mais de 1 milhão sem casa na China

Enchentes no sul da China deixaram pelo menos 55 pessoas e forçaram mais de um milhão a deixarem suas casas, informou neste domingo o governo do país. Chuvas torrenciais atingiram nove províncias da China, informou o ministério de assuntos civis do país.

BBC Brasil |

A previsão é de mais chuva nos próximos dias.

Entre as províncias atingidas está a de Sichuan, que sofreu no mês passado com um forte terremoto. Os tremores de 12 de maio deixaram mais de 87 mil mortos e desaparecidos.

Pior em 50 anos
O ministério de assuntos civis disse que 1,3 milhão de pessoas deixaram suas casas nas regiões mais atingidas.

A televisão mostrou imagens de barcos cruzando pelas ruas das cidades e equipes de resgate distribuindo garrafas de água potável.

As enchentes alagaram grandes áreas rurais e destruíram mais de 6,6 mil casas nas províncias de Guangdong e Jiangxi, segundo a agência de notícias estatal Xinhua.

Muitas estradas foram afetadas por deslizamentos de terras. A enchente no delta do rio Pérola é a pior em 50 anos. A Xinhua noticiou que o governo lançou um alerta para novas enchentes em toda província.

A temporada de chuvas provoca destruição todos os anos. O correspondente da BBC em Pequim Daniel Griffiths diz que no passado as autoridades chinesas alertaram que o aquecimento global pode agravar ainda mais os problemas no futuro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG