PATNA, Índia (Reuters) - Após enchentes destruírem o leste da Índia, autoridades indianas disseram neste domingo que a região precisa de mais barcos e reforço no resgate de centenas de milhares de pessoas que ainda estão ilhadas em vilarejos distantes. O mau tempo e a chuva forte nos últimos dias tem dificultado as operações de resgate de vítimas da enchente mais severa que atingiu o estado de Bihar em 50 anos, disseram oficiais.

'Eu não posso dizer especificamente quantas pessoas ainda estão isoladas pelas inundações', disse neste domingo Nitish Mishra, diretor do Departamento de Gestão de Desastres de Bihar.

'Mas os números chegam a centenas de milhares e nós pedimos mais recursos, mais barcos e esforços nas operações de resgate', acrescentou.

Desde o início de junho, as enchentes já mataram mais de mil pessoas no Sul da Ásia. O estado mais prejudicado pela temporada de chuva é Uttar Pradesh, no norte da Índia, onde 785 pessoas morreram. Foram registradas mortes também no Nepal e em Bangladesh.

Em Bihar, o número de mortos chegou a 90 no domingo, quando cinco pessoas morreram afogadas durante a noite em bairros diferentes.

Ao menos três milhões de pessoas estão desabrigadas e os números podem aumentar se as chuvas continuarem, disseram autoridades.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.