Encerramento de votação marcada por onda de violência no Iraque

Os centros de votação no Iraque foram fechados às 14h00 GMT (11h00 de Brasília) deste domingo ao término de um processo eleitoral afetado por vários episódios de violência que deixaram até o momento 38 mortos e mais de 100 feridos, anunciou a Comissão Eleitoral.

AFP |

"Os centros de votação fechariam às 17h00, mas havia filas", afirmou à televisão pública iraquiana Hamdia Husseini, um alto funcionário da comissão.

Os trabalhos de apuração foram iniciados logo depois do fechamento dos centros de votação, segundo imagens divulgadas pelas redes de televisão.

Desde a abertura dos centros de votação, a capital iraquiana foi atingida por obuses de morteiro e foguetes katyusha, que deixaram pelo menos 38 mortos e 110 feridos, segundo um alto funcionário do Ministério do Interior em um novo registro.

Um registro anterior indicava 24 mortos e mais de 80 feridos.

Trinta pessoas foram mortas em Bagdá, sendo 25 no desabamento de um edifício atingido por um foguete, no bairro de Ur, no norte da capital, de acordo com a mesma fonte.

Outras oito pessoas morreram em atentados a bomba na capital e nas imediações.

O número de feridos chegou a 110 em todo o país, sendo que 13 pessoas ficaram feridas quando um obus atingiu um centro de votação em Iskandariya, 50 km ao sul de Bagdá.

bur-mel/dm

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG