Encerradas eleições parlamentares na Ossétia do Sul

Tbilisi, 31 mai (EFE).- A Ossétia do Sul realizou hoje eleições parlamentares, as primeiras depois do conflito de agosto do ano passado, quando a Rússia, após invadir a Geórgia, reconheceu a independência desse território separatista.

EFE |

São as quintas eleições parlamentares desde 1990, quando a Ossétia do Sul, até então região autônoma da Geórgia, se proclamou república independente.

A Comissão Eleitoral Central (CEC) informou que, segundo "os últimos números, ainda não definitivos", a votação contou com a participação de mais de 80% dos eleitores.

As 34 cadeiras do Parlamento da Ossétia do Sul foram disputadas por quatro partidos. Para que as eleições sejam consideradas válidas, além de uma participação superior a 50% do eleitorado, é necessário que pelo menos duas legendas consigam mais de 7% de apoio. EFE mb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG