Empresas pedem ação contra mudança climática

(Embargada até as 2h01 de Brasília de amanhã) Londres, 21 set (EFE).- Mais de 500 companhias assinaram um comunicado no qual pedem medidas contra a mudança climática, diante da reunião que a ONU realizará em dezembro, em Copenhague.

EFE |

Na nota, as grandes empresas - que procedem de mais de 50 países - advertem que o fracasso em Copenhague piorará a atual situação econômica.

No entanto, afirmam que um acordo alcançado sobre uma base científica oferecerá "os sinais econômicos de que as companhias precisam se quiserem investir bilhões de dólares em produtos de baixo carbono, serviços, tecnologias e infraestrutura".

A nota, cuja divulgação foi organizada por um grupo de líderes empresariais da Universidade de Cambridge, especifica que "o desenvolvimento econômico não poderá ser sustentado a longo prazo a menos que o clima possa se estabilizar".

"É crítico que saiamos desta recessão de uma maneira que estabeleça as bases para um crescimento de baixo carbono e evite nos fechar em um futuro de alto carbono", acrescenta o comunicado.

Os signatários apoiam esforços para limitar o aumento da temperatura, algo que requereria que as emissões globais chegassem a seu ponto mais alto na próxima década e caíssem entre 50% e 85% em meados do século, acrescenta.

Pedem recursos para evitar o desmatamento, pois representa quase 20% das emissões globais, assim como esforços dos países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Este comunicado será apresentado ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon e a mais de 100 líderes mundiais que irão à reunião para impulsionar um acordo sobre a mudança climática. EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG