Empresas em Pequim trabalharão menos durante os Jogos

Autoridades municipais de Pequim anunciaram no fim de semana que as empresas públicas trabalharão menos horas durante os Jogos Olímpicos, informou o jornal oficial China Daily. Segundo o jornal, os órgãos públicos passarão a funcionar das 9h às 17h, ao invés de 8h30 às 18h, entre 20 de julho e 20 de setembro.

BBC Brasil |

A mudança no horário comercial tem por objetivo ajudar a aliviar o trânsito e a poluição na capital, em um esforço de deixar Pequim mais agradável aos visitantes que virão para as Olimpíadas.

O governo local também pediu que todas as empresas façam um esforço para permitir que seus funcionários trabalhem de casa pela internet, para evitar a necessidade de deslocamento e conseqüente aumento no trânsito.

Escolas estarão de férias e órgãos administrativos e serviços públicos essenciais ficarão isentos das modificações. Shopping centers estarão abertos das 10h da manhã às 10h da noite.

Com uma frota de mais de três milhões de carros, congestionamentos quilométricos e um ar muito poluído, Pequim está buscando de todas as formas possíveis restringir o número de veículos em circulação durante os jogos.

Nas semanas das Olimpíadas os automóveis com placas que terminam em números pares e ímpares farão rodízio.

Segurança
Além disso, é forte a campanha para o uso da rede de transporte público, principalmente o metrô, que teve diversas estações renovadas e uma linha nova construída especialmente para o evento.

O desafio por esse lado, porém, é a questão da segurança. Temerosos de um possível atentado terrorista, os organizadores estabeleceram a verificação sistemática dos pertences dos passageiros do metrô.

Desde 29 de junho, quando a medida entrou em vigor, cerca de dois milhões de pessoas já foram revistadas.

Ao todo, 3,4 mil artigos considerados perigosos, como facas e substâncias, químicas foram apreendidos e 39 pessoas enfrentam de cinco a 15 dias de detenção, informou nesta segunda-feira o China Daily.

Poluição
As autoridades também estão muito preocupadas em reduzir as emissões de gases poluentes e poeira para melhorar a qualidade do ar na capital.

Fábricas em Pequim e nas províncias arredores já começaram a fechar temporariamente e algumas obras na capital estão suspensas.

Entretanto essas medidas ainda não se provaram eficazes.

Medições independentes feitas pela BBC em Pequim divulgadas na semana passada revelaram que a qualidade do ar da capital ainda está abaixo dos padrões da Organização Mundial de Saúde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG