Empresários bolivianos participam de rodada de negócios em SP

La Paz, 20 mar (EFE).- Mais de 50 pequenos e médios empresários bolivianos participarão, no dia 24 de março, de uma rodada de negócios em São Paulo para explorar o mercado brasileiro, informou hoje a ministra de Produção e Microempresa, Patricia Ballivián.

EFE |

Em entrevista coletiva, ela destacou a importância deste fórum para mostrar os produtos nacionais, porque a "Bolívia tem possibilidades de exportação infinitas e uma produção que é valorizada", e que, assegurou, terá uma "demanda muito grande no Brasil".

Esta rodada de negócios bilateral, que será a primeira das quatro que acontecerão este ano entre os países, se insere nos convênios assinados entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o boliviano Evo Morales.

Ballivián assegurou que a iniciativa, que ampliará as exportações da Bolívia ao Brasil, terá "resultados imediatos e muito positivos", já que "aproximadamente cada empresa tem três reuniões confirmadas com empresas brasileiras com intenções de concretizar contratos".

A funcionária explicou que seu departamento pretende alcançar com estas trocas comerciais entre US$ 3 e US$ 4 milhões em uma primeira instância, e comparou as expectativas com as exportações de têxteis bolivianas à Venezuela.

Os representantes das 53 empresas bolivianas viajarão ao Brasil em aviões brasileiros e não terão que pagar as passagens.

A oferta de produtos que serão apresentados na rodada de negócios na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) abrangerá a indústria têxtil, alimentícia, manufatureira, madeireira e mineira, entre outras.

Perguntada sobre uma possível flexibilização das normas de origem que retardaram o processo de exportações ao Brasil, Ballivián disse que esse tema será debatido em reunião prévia à rodada de negócios que ocorrerá em Brasília. EFE lav/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG