Empresários americanos culpam Índia e China por fracasso na OMC

Associações empresariais americanas acusaram China e Índia, nesta terça-feira, pelo fracasso das negociações da Rodada de Doha da Organização Mundial de Comércio (OMC), afirmando que esse resultado afetará a economia mundial e os pobres.

AFP |

A Câmara Americana de Comércio, que representa mais de três milhões de empresas, declarou que "o fracasso das negociações é uma má notícia para as empresas mundiais, para os trabalhadores e, principalmente, para os pobres", em declaração assinada por seu presidente, Tom Donohue.

Já a Associação Americana da Indústria (NAM, sigla em inglês) apontou China e Índia como os responsáveis pelo fracasso.

"Uma e outra vez nas reuniões de Genebra, China e Índia reiteraram que não podiam baixar suas barreiras (alfandegárias), mas insistiram em que devíamos baixar as nossas", alfinetou o presidente da NAM, John Engler, em uma nota.

Segundo a representante de Comércio dos Estados Unidos, Susan Schwab, em comentário ao sair da reunião da OMC, "o pacote sobre o qual podíamos negociar e nos colocarmos de acordo na sexta-feira à noite não sobreviveu".

vs/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG