Empresário sobe em guindaste para cobrar dívida do Real Madrid

Madri, 19 jun (EFE).- O empresário Carlos Mateo, dono da empresa Mateo Alumínios, subiu na madrugada desta sexta-feira no alto de um guindaste para cobrar uma suposta dívida de 110.

EFE |

020,50 euros do Real Madrid pela execução de algumas obras.

O empresário, equipado com duas garrafas de água e dois maços de cigarro, decidiu subir no guindaste com um cartaz em que está escrito "O Real Madrid me deve 110.020,50 euros. Pague Já!", após esperar por vários meses que "alguém assumisse a dívida".

Usando um telefone celular, Mateo contou à TV Efe do alto do guindaste que sua empresa foi contratada pelo grupo Begar, que por sua vez foi contratado pelo Real Madrid, para realizar as obras de alumínio em um prédio que estava construindo.

Em março, a Prefeitura de Madri parou as obras devido a problemas e, meses depois, o grupo Begar solicitou uma reunião de credores, com um passivo de 297 milhões de euros.

Diante desta situação, o Real Madrid se comprometeu a quitar a dívida, mas, segundo Mateo, várias semanas se passaram sem qualquer iniciativa do clube espanhol.

O empresário disse que não descerá do guindaste enquanto não receber um compromisso de pagamento do Real Madrid.

"Não vim aqui para prejudicar ninguém, e não tenho nenhum problema psicológico ou físico. Vim aqui somente para reivindicar que paguem o que me devem", afirmou. EFE sgm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG