Empresário que já foi o mais rico da China condenado por desmatamento ilegal

Um empresário chinês que já foi considerado o homem mais rico de seu país foi condenado a mais de 10 anos de prisão por desmatamento ilegal, informou nesta sexta-feira a imprensa oficial de Pequim.

AFP |

Luo Zhongfu, de 57 anos e presidente da corretora imobiliária Fuhai Fuyingshi New Materials Technology Development Co, foi declarado culpado por ter ordenado o desmatamento, em 2006, de toda uma floresta para construir um complexo turístico de 1.200 residêncisa no valor de 47 milhões de dólares, informou o Diário da Juventude de Pequim.

Um tribunal da cidade de Qingzhen, na província de Guizhu (sudoeste), também aplicou uma multa de 7.300 dólares por desmatamento, uso ilegal de terrenos agrícolas e tentativa de influenciar testemunhas.

A esposa de Luo, Yang Xiurong, que é política em Guizhu, também foi condenada a dois anos de prisão por uso ilegal de terenos e tentativa de influenciar testemunhas.

Luo foi considerado o homem mais rico da China em 1994 e 1995 pela revista americana Forbes.

wf/ph/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG