Empresário e filha são libertados de sequestro nas Filipinas

Zamboanga (Filipinas), 23 fev (EFE).- Um empresário filipino e sua filha foram libertados quatro dias após terem sido sequestrados no sul do arquipélago, anunciou hoje o tenente-coronel Jonathan Ponce, do Exército nacional.

EFE |

Segundo ele, Wilson Tan e sua filha Jennifer, de dez anos, foram entregues ontem às autoridades na província de Maguindanao, 950 quilômetros ao sudeste da capital Manila, na conflituosa ilha de Mindanao.

Os reféns disseram não ter sido agredidos e, por enquanto, não foi divulgado se foi pago o resgate de 10 milhões de pesos (mais de US$ 200 mil) que os sequestradores tinham exigido para libertá-los.

Há quatro dias, Wilson e Jennifer Tan foram capturados por quatro homens armados em sua casa em Cotabato, ao norte de Maguindanao.

Embora nenhum grupo tenha reivindicado a autoria do sequestro, a Polícia aponta como possível culpada a Frente Moura de Libertação Islâmica (FMLI), maior guerrilha separatista das Filipinas, que habitualmente descumpre o cessar-fogo vigente com o Governo.

Atualmente, cerca de dez seguem mantidas em cativeiro por seus sequestradores no sul das Filipinas, onde este crime se transformou um lucrativo negócio, tanto para os guerrilheiros quanto para quadrilhas de criminosos comuns. EFE rp/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG