Empresa terá de pagar US$ 111 milhões para Hollywood por facilitar downloads

Los Angeles (EUA.), 8 mai (EFE).

EFE |

- Um juiz de Los Angeles condenou a empresa Valence Media a pagar US$ 111 milhões aos estúdios de Hollywood por facilitar downloads de conteúdos na Internet.

A Valence Media, que já anunciou que entrará com recurso, terá que indenizar seis grandes produtoras com US$ 30 mil por cada um dos 3.700 filmes e séries de televisão que foram baixados do portal TorrentSpy.com, onde os usuários compartilhavam conteúdos audiovisuais.

A multa representa uma pena exemplar em um caso de pirataria pela Internet, apesar da Valence Media ter declarado quebra na semana passada e de seu advogado ter dito hoje que apelará da sentença.

Em 2006, a The Motion Picture Association of America (MPAA) denunciou a Valence Media por infringir a lei dos direitos autorais de propriedade intelectual através de seu portal de downloads de conteúdos na Internet, que desde março deste ano foi tirado do ar.

Ira Rothken, advogado da Valence Media, qualificou a sentença de "abuso" e sugeriu que a multa muito alta foi uma tentativa de chamar a atenção da mídia sobre o caso, em uma entrevista ao meio digital "CNET".

TorrentSpy era um portal que facilitava aos usuários localizar arquivos BitTorrent na Internet, um sistema que permite compartilhar qualquer tipo de conteúdo, incluindo filmes e séries de televisão.

A Valence Media alegou em sua defesa que nunca amparou em seu sistema arquivos sem a autorização legal pertinente e declarou que os possíveis delitos contra os direitos autorais de propriedade intelectual seriam de responsabilidade dos usuários, como acontece com o Google.

Para a MPAA, no entanto, ao contrário do Google, o principal motivo da existência do TorrentSpy é ajudar as pessoas a se aproveitarem, de forma ilegal, das produções de Hollywood. EFE fmx/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG