Empresa que empregava imigrantes é obrigada a pagar US$ 850 mil nos EUA

Washington, 18 nov (EFE) - O proprietário de uma empresa de couro de Massachusetts, que no ano passado sofreu uma operação em massa dos agentes de imigração, deverá pagar aos ex-funcionários, alguns deles ilegais, uma indenização total de US$ 850 mil. O pagamento faz parte de um acordo extrajudicial ao qual chegou a empresa Michael Bianco Inc., de New Bedford, para pôr fim ao processo impetrado por 764 empregados, afirmou a imprensa local.

EFE |

Cada um deles receberá uma quantia que varia de US$ 20 a US$ 8 mil.

Na ação legal, os empregados disseram que foram obrigados a trabalhar horas extras sem nenhum tipo de compensação econômica e que o salário era retido toda vez que não batiam o ponto de entrada, apenas de não haver máquinas suficientes para registrar a chegada de todos os trabalhadores A operação ocorreu em maio de 2007, quando os agentes de imigração detiveram um total de 361 trabalhadores, muitos deles mulheres procedentes da América Central. EFE pgp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG