Empresa dos EUA recupera computador com dados de milhares de passageiros

San Francisco, 6 ago (EFE).- A companhia Clear, que faz o serviço de check-in rápido em 17 aeroportos americanos, comunicou hoje que foi recuperado um computador perdido no aeroporto de San Francisco e que continha dados pessoais de 33 mil usuários.

EFE |

O desaparecimento do computador há uma semana levou a Administração de Segurança no Transporte (TSA) dos Estados Unidos a suspender a incorporação de novos membros ao serviço, que permite aos usuários economizar tempo de espera nos controles de segurança.

A Clear explicou hoje em comunicado que não há risco sobre a segurança desta informação, pois estava protegida por dois níveis de contra-senhas.

Os dados, principalmente nomes, endereços e números de passaporte, correspondiam a cerca de 33 mil usuários que haviam pedido para se incorporar ao programa.

O computador apareceu dentro dos escritórios da firma no aeroporto de San Francisco, mas ainda não se sabe se a máquina foi realmente roubada ou se foi simplesmente mudado de lugar por erro.

A Clear é um serviço cada vez mais popular nos aeroportos americanos, pois permite aos viajantes economizar até 30% de tempo de espera nos controles de segurança, segundo dados da própria empresa.

A empresa armazena dados básicos de seus usuários que, embora ainda devam passar por revista, podem se dirigir às filas mais rápidas nos controles de segurança. EFE pg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG