Empresa britânica cria alto-falante fino e flexível como papel

Pesquisadores britânicos desenvolveram um novo tipo de alto-falante fino, leve e flexível como papel que pode tornar audíveis anúncios feitos em locais públicos como terminais rodoviários e aeroportos. A invenção se parece com um papel de alumínio de uso doméstico.

BBC Brasil |

A lâmina, com 0,25 milímetros de espessura, foi desenvolvida por técnicos da Universidade de Warwick, na Grã-Bretanha, e os inventores esperam que ele possa ser ocultado sobre placas do forro de tetos ou no interior de veículos, pendurados na parede como quadros ou colocados em locais públicos.

Steve Couchman, diretor da Warwick Audio Technologies, que deve comercializar o produto, disse que "o som produzido pelos Flat Flexible Loudspeakers (alto-falantes planos flexíveis, FFL) pode ser direcionado diretamente para sua audiência".

"O volume e a qualidade do som não se deterioram como em alto falantes convencionais, portanto anúncios públicos como os feitos, por exemplo, em terminais de passageiros, poderiam soar mais claro e ser mais fáceis de ouvir."
Os alto falantes tradicionais funcionam convertendo um sinal elétrico em sons. Normalmente o sinal é usado para gerar um campo magnético variável que faz vibrar um cone mecânico, produzindo som.

Já o Flat Flexible Loudspeakers (FFL) vibra e produz som ao ser ativado por um sinal elétrico.

A Warwick Audio Technologies está negociando com vários parceiros comerciais e espera ver sua lâmina adaptada para uso em vários tipos de equipamento para som.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG